Paroquia Bom Jesus

 

  • 1 
  • 2 
  • 3 
  • 4 
 

IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA CARISMATICA SOB ORIENTAÇÃO DO SEU BISPO PRIMAZ DOM EUCLIDES NUNES MANIFESTA SEU PENSAMENTO NA PASSEATA PELA FAMILIA EM BRASILIA QUE REUNIAO 50 MIL PESSOAS.

Uma passeata uniu católicos e evangélicos para se manifestar a favor do projeto legislativo que SUSPENDE a decisão do STF de reconhecer a união civil de pessoas do mesmo sexo e para PROTESTAR pedindo mudanças no projeto de lei complementar PL 122) que prevê a criminalização da homofobia. Será entregue um manifesto com mais de um milhão de assinaturas ao presidente do Senado e do congresso, Senador José Sarney.
Estiveram presentes na passeata representando a igreja e o senhor Bispo Primaz Dom Euclides Nunes os padres Rodrigo de Oliveira, Fernando Fraga, Josemar Galvão, Marcos Silva, Donizete Pedro e Antonio Marcos.
Para a Igreja Católica Apostólica Carismática, o Supremo Tribunal Federal, a corte máxima jurídica do país, desrespeitou grotescamente a constituição da república em seu artigo 5º que assegura as garantias individuais e é considerado Cláusula Pétria, isto é, que não pode ser alterada.   O STF não esta acima da constituição e não pode legislar e sim aplicar a lei, pois o poder de legislar é do congresso nacional, chamado de casa legislativa.
Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no país, a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança, e à propriedade nos termos seguintes: (Inciso VI) – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias. (Inciso VIII) – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei.
            A Igreja Católica Apostólica Carismática considera como a carta magna, que a família é a base da sociedade e, constitucionalmente e legalmente, tem especial proteção do Estado. Prega contra toda e qualquer discriminação, portanto, não aceita que se chame de casamento ou união civil o convívio de pessoas do mesmo sexo, e combate toda e qualquer lei inconstitucional a respeito, porque o artigo 226 § 3º diz: “Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento”. Que se chame de contrato civil para efeito de garantir o direito a união gay e não de casamento.
            Quanto ao projeto de lei 122, ele jamais deverá ser aprovado porque a bíblia sagrada que é a santa e divina palavra de Deus nunca deverá ser considerada um livro homofóbico por condenar veemente a união gay.
Precisamos nos posicionar, não podemos nos calar diante dos que falam contra o que a Bíblia diz e nem aceitar que a liberdade de pensamento  e expressão nos seja tirada, união gay é pecado e não podemos deixar de pregar o que a palavra de Deus ensina: 
Levítico 18:22 "Nenhum homem deverá ter relações com outro homem..."
Romanos 1:26-29:"Por causa das coisas que essas pessoas fazem, Deus as entregou a paixões vergonhosas. Pois até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros. Homens têm relações vergonhosas uns com os outros e por isso recebem em si mesmos o castigo que merecem por causa dos seus erros.
E, como não querem saber do verdadeiro conhecimento a respeito de Deus, ele entregou os seres humanos aos seus maus pensamentos, de modo que eles fazem o que não devem. Estão cheios de todo tipo de perversidade, maldade, ganância, vícios, ciúmes, crimes de morte, brigas, mentiras e malícia. Caluniam 30e falam mal uns dos outros. Têm ódio de Deus e são atrevidos, orgulhosos e vaidosos. Inventam maneiras de fazer o mal, e falam mal uns dos outros. Têm ódio de Deus e são atrevidos, orgulhosos e vaidosos. Inventam maneiras de fazer o mal, desobedecem aos pais, são imorais, não cumprem a palavra, não têm amor por ninguém e não têm pena dos outros. Eles sabem que o mandamento de Deus diz que aqueles que fazem essas coisas merecem a morte. Mas mesmo assim continuam a fazê-las e, pior ainda, aprovam os que fazem as mesmas coisas que eles fazem
. "
Manifestação de grupos religiosos contra o PL 122, na Esplanada dos Ministérios

A Declaração dos Direitos Universal do Homem de 1789, artigo 4º diz:
A liberdade consiste em poder fazer tudo o que não prejudique a outrem: assim, o exercício dos direitos naturais do homem não tem outros limites senão os que asseguram aos demais membros da sociedade o gozo dos mesmos direitos. Esses limites somente a lei poderá determinar. Mas acrescenta: A lei não pode proibir senão as ações nocivas à sociedade. Artigo 18: Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; esse direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em publico ou em particular.

Padre Fernando Fraga

 

 

 

 

Visitantes

online